Arquivo

Posts Tagged ‘anos 80’

Um Relacionamento a 3.

Outubro 19, 2011 Deixe um comentário

Esse lindo mundo cheiroso e cor-de-rosa lotado xiliques, tpms e neuroses que é a dinâmica feminina não é criação feminina, meus amigos.

– A Disney (essa linda!) me disse que meu príncipe encantado é lindo, maravilhoso e cheiroso, mas para chegar no “felizes para sempre” tem sempre uma madrasta querendo destruir a sua felicidade. Ou seja, um relacionamento a 3.

– As novelas me ensinaram que o mocinho que eu me apaixonei o primeiro capítulo só vai ser meu depois de alguns meses/anos de sofrimento, choro e demonstrações de bondade, além de contar com uma certa inteligência para que ele perceba que aquela vagabunda, loira, peituda, gostosa e rica que fica se esfregando nele na verdade gosta mesmo é do porteiro. Ou seja, um relacionamento a 3.

– As conversas de salão de cabeleireiro me mostraram que eu posso ser feliz com meu lindo, mas só se for bem longe da megera da mãe dele. Ou seja, um relacionamento a 3.

Pois bem, mas aí a pessoa que mais se preocupa comigo no mundo, a mamãe, me disse que se um não quer, dois não brigam. Eu concordo que, se um relacionamento não funciona, não é culpa apenas de uma das partes. Alguns cuidados simples podem transformar uma relação infernal em um mar de rosas e algumas poucas piranhas.

Exemplo?

– Ele tem um ótimo relacionamento com a ex: Amiga, você é a atual. Seja feliz. Se ele quiser voltar com ela não vai ter xilique que vai fazer ele ficar com você.

– Ele é filhinho da mamãe: Amiga, você escolheu este puto. Ele ama a mãe, se dedica a ela, seja amorosa e atenciosa você também e faça da sua sogra sua amiga e aliada.

– Ele tem amigos que querem destruir seu relacionamento:  Amiga, você não pode fazer nada se seu lindo não tem opinião própria. Não é você que vai botar juízo naquela cabecinha mole. Brigar com os amigos dele só vão te transformar no Monstro do Lago Ness.

Um namoro é um relacionamento a dois. E a dois ele deve ser. No final das contas as pessoas que vão decidir os rumos dessa relação são apenas os dois então, pra quê a gente deve se estressar com qualquer referência  externa? Se tem algo que eu apendi lendo livros de fantasia medieval é “escolha suas batalhas” e, amigas, pra quê entrar numa batalha e arriscar perder se você pode se virar muito bem com acordos?

E se conversar não der certo? Bom, aí é a hora de você se armar, se encher de coragem e fazer o que deve ser feito: matar a terceira cabeça ou ver seu relacionamento morrer.

Melhor ter uma certeza triste do que uma dúvida eterna.

Nostalgia S01E01

Junho 8, 2011 8 comentários

nostalgia anos 80

Acordei com minha timeline do Twitter comentando sobre o tal vídeo de “Eduardo e Monica”¹, produzido pela Vivo, e numa fração de segundo estava revisitando uma época que estabeleceu boa parte de quem eu sou, os anos 80. (alias, demorou para alguém perceber que a letra era um roteiro pronto)

Você ainda usava fraldas no começo dessa década e eu já tinha meu primeiro namoradinho de escola (a gente até andava de mãos dadas, olha que indecência). É queridos, eu sou a Ogra idosa do grupo! (meus cabelos brancos, dores de coluna e rugas entregam a idade)

¹“Eduardo e Monica” foi a quarta musica mais tocada no Brasil em 1986.

A lista do Top 10 era:
1. Greatest Love of all – Whitney Houston
2. Take my breath away* – Berlin
3. Demais – Veronica Sabino
4. Eduardo e Monica – Legião Urbana
5. Quando gira o mundo – Fabio Jr.
6. The captain of her heart – Double
7. Alagados – Paralamas do sucesso
8. Sina – Djavan
9. Nikita – Elton John
10. That´s what friends are for – Dionne Warwick & Friends
(fonte: Almanaque Anos 80)

*Lembro de parar uma das infindáveis partidas de Enduro, no Atari, para assistir Top Gun. Tom Cruise LINDO, com uma bunda inesquecível, beijos de língua e jaqueta de couro. (by the way, foi quando descobri o que era uma dog tag – só aceitável se você for militar ou o Wolverine)

TopGun Tom Cruise

E falando em 1986, você sabia que:

O Mau, nosso travogro querido, tinha 3 anos; A tae tinha um aninho e a Sara não pensava em nascer ainda… eu já tinha 10 anos!

O cometa Halley passou pela Terra e eu usava conga, com cometa desenhado de canetinha sylvapen.

Estreou “Curtindo a Vida Adoidado”, com o Ferris Bueller/ Matthew Broderick (tão inesquecível quanto a bunda do Tom, mas que não envelheceu tão bem quanto)

Estreou o” Xou da Xuxa”, na Globo (e eu tinha o vinil). Alias, sabia que muito antes da Ana Maria Braga, a Xuxa tinha um papagaio como mascote? No programa da Manchete, ela e o Paquito, o papagaio, dividiam o palco.

Em 86 aconteceu o acidente nuclear de Chernobil, eu não entendi exatamente o que isso significava, mas “A mosca” – que também é de 86 – parecia algo mais assustador naquela época.

Década de 80… Madonna, Thriller, Trapalhões, Viva o Gordo, Trovão Azul, Ravengar, Menudo, Balão Mágico, Indiana Jones, Star Wars, Goonies, Senna, Cigarrinho de chocolate Pan, Chokito, Quik, Genius, Fofolete e Quem-me-quer, Pogobol, Topo Gigio, Pula Pirata, Super Trunfo… Essa temporada de Nostalgia promete ser longa.

Por enquanto é só pessoal… diga “tchau” Lilica…
Beijinho beijinho, tchau tchau!

Categorias:Nostalgia, Ogra Taty Etiquetas:,