Archive

Archive for the ‘Momento sentimental’ Category

Adieu…

Julho 14, 2011 3 comentários

Eu até poderia ter finalizado o post pessoal que eu estava escrevendo (e sim, era um post como Maurício e não como Thanatos). Mas aí eu percebi que eu esqueci uma das regras básicas… nunca tenta expressar algo se alguém já fez isso, de forma melhor, antes de você. Não que eu não apoie toda e qualquer expressão de arte, só parto do princípio que prefiro não tentar uma pálida imitação quando eu posso ter algo que expressa quase que literalmente tudo que sinto.

Então, eis meu post:

Eu nunca acreditei em pedir desculpas por algo que você fala ou faz porque o pedido de desculpas não apaga o ato em si. Mas acho que pela primeira vez, em muito tempo, eu sinto vontade de fazer. Eu realmente sinto muito por todo o mal que eu causei, a toda dor que eu fiz você sentir. Não é, e nunca foi, fácil abrir mão de alguém que você ama porque ela é mais feliz quando não tem você por perto. E sinto que eu fiz mais isso do que conseguiria contar, ou suportar. Ainda assim, eu o liberto.

Go on and live your life. Eu genuinamente espero que você seja feliz, que encontre os amigos e o amor que eu não soube dar.

O Principe Encantado

Junho 27, 2011 Deixe um comentário

Por anos a diversão da minha família foi contar a história que, mesmo com todo o pré-natal, eu escondi a minha coleguinha durante os 9 meses de gestação e, desconfiavam, mas ninguém tinha certeza se eu era uma menina. Então, no dia do meu nascimento, eu, o único bebê vestindo cor-de-rosa maternidade aquele dia, fiquei com as pernas pro alto, abertas.

“Escondeu tanto, agora vai dar trabalho essa menina!”

Pode ser coincidência, mas penso que talvez tenha sido uma brincadeira do destino para que eu percebesse, já no dia do meu nascimento, como homens e mulheres tem tratamentos diferentes, começando pelas cores dos macacões dentro dos berços. Em um mundo assim não vejo como uma mulher pode não cair em algumas armadilhas em sua incansável busca pelo amor.

Encantado, seu lindo sucesso!

Somos bombardeadas por contos de fada e príncipes encantados, lindos, magros, malhados, charmosos, apaixonados, românticos e ricos desde pequenas. A mamãe nos apresenta ao mundo mágico da Barbie e percebemos o quanto ela fica linda (e parecendo a boneca) quando usa maquiagem e salto alto. Aprendemos a cuidar dos nossos cabelos, fazer nossas unhas e como usar perfume. Descobrimos que ser adorável com o papai nos faz ganhar presentes e um chocolate antes do jantar (sem a mamãe saber).

Crescemos, ficamos lindas, magras e inteligentes então chega a hora da verdade e nos avisam que os homens não são os príncipes dos livros. Aí você pára, respira e pensa que só pode ser sacanagem que te falaram que você tinha que fazer depilação mas o seu marido vai ser aquele gordo com cara de safado e cu de urso.

Ora, vamos ser sinceras. Que atire a primeira pedra a mulher que nunca desejou o príncipe encantado dos filmes. Já fomos até avisadas que ele vai vir com uma madrasta horrível que vai pegar no seu pé e tentar fazer a sua vida um inferno, mas você vai dar um jeito naquela megera porque o amor é maior que tudo e vocês vão ficar bem.

Ah, mas a sacana da tríade do amor diz que você tem que escolher entre boa aparência, inteligência e estabilidade emocional.

Assim chega o fatídico dia onde você já teve um homem 1) gracinha e comprometido mas burro feito uma porta, 2) gracinha e inteligente com medo de se comprometer, e nenhum deles te chama a atenção, com nenhum deles você tem vontade de sair à noite para dividir aquela cerveja gelada e nenhum deles consegue arrancar um sorriso sequer dos seus lábios tão bem hidratados devido às esfoliações milagrosas com mel e açúcar que sua avó ensinou.

Você acaba de perceber que vai morrer sozinha no seu apartamento e vão te encontrar semanas depois em decomposição avançada e já está decidindo 1) com quem vão ficar os seus gatos, 2) se você deve ou não ter um rotweiller para comer seu rosto.

Aí de repente você encontra aquele o tipo que jamais chamaria a sua atenção, mas algo galanteador naquela voz mansa e no olhar firme fazem você se derreter como uma manteiga. E o carinho como ele te toca, as gargalhadas que ele te faz dar e, amiga, você encontrou um urso.

Aquela barriguinha de macarrão se torna adorável, o corpo gordinho é uma grande e deliciosa almofada, o nariz é do tamanho exato, se for pequeno e delicado é lindo, se for grande é porque ele tem mais lugares pra você beijar, aquela barba faz parte do seu parquinho de diversões e os pêlos no peito antes tão odiados são apoios que você nunca mais vai querer viver sem.

Amor verdadeiro, amor eterno.

Se um homem é um brigadeiro, um urso de verdade é um macaron, você até pode olhar os doces da prateleira e ter vontade de comê-los, mas ele é diferente, não tem em qualquer esquina, é durinho por fora, um doce por dentro e, no final das contas, é ele quem você vai escolher.

Bem vinda, amiga, e aproveite! Aquele tal cu de urso de primeira considerado nojento citado lá em cima no post não só é altamente recomendado, ele possivelmente será uma das coisas mais bacanas que você já teve na vida.

Michael Jackson

Junho 25, 2011 Deixe um comentário

Dois anos da volta ao seu planeta de origem morte do Michael.

Não acho que alguém ainda precise dizer algo sobre, ou que exista algo não dito.

Um artista deveria ser lembrado pelo seu trabalho, e sinceramente é como eu lembro da maioria deles.

Então… Thriller! Meu clip/música/coreografia do coração.

O Ig fez uma bela seleção de fotos dele, desde a época do Jackson 5. *olha o comercial gratuito*
Super vale a pena dar uma olhada aqui!

 

Santos, promessas, a vida, o universo e tudo mais…

Junho 13, 2011 1 comentário

Aí você passou o Dia dos Namorados sozinho (a), pensando na vida, reclamando da própria sorte e não quer mais um ano no sofá com filmes, pipocas e chocolates.

Muito digno.

Depois de um dia hiperglicêmico (a.k.a. dia comercial dos namorados), você ganha um Dia de Santo Antonio (aquele mesmo, Santo Casamenteiro, protetor das encalhadas. Se você é um (a) #foreveralone deve rezar para o Santo Expedito – Santo das causas justas e urgentes *desesperados*, ou Santa Rita/ São Judas Tadeu – causas impossíveis *sobe o som de Missão Impossível*)

Sou completamente contra bullying com o Santo, nada de seqüestrar o Menino Jesus (seqüestro é crime), colocá-lo de cabeça para baixo, dentro da geladeira, dentro da gaveta de calcinha, embaixo da cama… Até porque, eu acho que o Santo se vinga de gente assim. Ou a pessoa morre encalhada ou ele manda os trastes mais trastes em loop eterno.

Vamos às simpatias para o Seu Toninho (desculpa aí a intimidade, mas eu posso):

Para se casar
Você vai precisar de:
1 imagem de Santo Antônio
1 vaso transparente com água
7 rosas vermelhas

Modo de fazer:
Coloque as sete rosas vermelhas no vaso com água. No dia 13 de junho, ofereça as flores a Santo Antônio e peça, em troca, um casamento em até sete meses, no máximo. Molhe a imagem do santo com a água do vaso transparente. Nos próximos dias 13 subseqüentes ofereça uma rosa a menos (6,5,4…) até que se passem os sete meses, sempre molhando a imagem e dizendo ao santo que, se ele não providenciar esse casamento, nunca mais receberá suas lindas rosas. Se o casamento não sair, pelo menos, sua casa ficará cheirosa e florida.

Saber como anda o amor
Você vai precisar de:
2 agulhas
1 bacia com água
Açúcar

Modo de fazer:
No dia de Santo Antônio, 13 de junho, coloque duas agulhas iguais dentro de uma bacia com água contendo duas colheres de açúcar. Se no dia seguinte elas estiverem juntas, o casamento está próximo.

(fonte: Ig)

Outras dicas importantes:

  • Abra a porta da frente da sua casa para que Santo Antônio possibilite a entrada de alguém especial em sua vida e diga em voz alta: “Santo Antônio, protetor dos enamorados, faça chegar até mim aquele que anda sozinho e que em minha companhia será feliz”.
  • No dia de Santo Antônio, olhe para o céu e escolha uma estrela. Olhe fixamente para a estrela escolhida e faça seu pedido com muita certeza, afinal, a desesperada para conseguir um namorado é você! Depois, abra os braços e agradeça ao Universo a chegada do amor.
  • Agora, se você já cansou de só “ficar” com a pessoa e quer algo mais sério, retire três espinhos de uma rosa vermelha e coloque-os dentro daquele seu perfume que a outra pessoa tanto gosta. Então, peça para Santo Antônio remover os obstáculos “se for para a felicidade de ambos”. Use esse perfume sempre que estiver com a pessoa.
  • Também existe uma simpatia para a reconciliação, para você que briga muito com a pessoa amada. É bem simples, acenda duas velas, uma rosa e outra azul. Coloque uma linha branca unindo as duas velas e ofereça para a Corrente dos Anjos da Reconciliação, pedindo que eles desfaçam o mal-entendido e tragam novamente a harmonia para o relacionamento, desde que isso seja para o bem de ambos.

(fonte: Correio do Estado)

Lá vou eu acender uma vela pra todos os Santos, e uma da minha altura, num pires com mel, pétalas vermelhas e tudo mais… Deseje-me sorte um MILAGRE!

Em tempo: hoje é, também, dia do 123° aniversário de Fernando Pessoa.  E Pessoa sempre vale à pena *minha alma é tudo, menos pequena*…

“Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.”

“Acabou, e agora?”

Junho 10, 2011 4 comentários

Humanos são capazes de sair do planeta, mapear o universo, dividir o átomo, produzir vida nova, mas parecem cada vez mais incapazes de manter um relacionamento saudável, maduro e sensato.

Existem montes e montes de manuais e dicas de como conquistar seu amor, de como presenteá-lo em datas especiais (ainda mais em época de Dia dos Namorados), de como ser incrível na cama, de onde passar lua de mel, dicas de vestidos de noiva, bolos e organização de festa…

Floriculturas vivem dos buquês cortejadores, das declarações de amor eterno, das parabenizações de cada mês de aniversário de namoro.

Ninguém explica como se comportar quando o sonho acaba (não, não vou fazer trocadilhos com sonhos de padaria), como superar uma perda, como levantar a cabeça e seguir em frente. Pressupõe-se, de certo, que somos capazes de sumir para um universo paralelo ou lobotomizar nossas cabeças teimosas que adoram se culpar por tudo.

separação

Antes de qualquer coisa, eu não sou dona da verdade, não tenho respostas, nem acho que isso se aplica a todo e qualquer caso existente nesse e em todos os outros universos. São dicas de alguém que já passou por isso e teve que aprender na marra a levantar a cabeça. E embora pareçam dicas simples e batidas, MUITA MUITA MUITA gente por aí parece não conhecer.

Manual “Acabou, e agora?” 

1 – Acabou? Todas as dúvidas sanadas, explicações e satisfações dadas? Então vamos lá: Pegue uma caixa e coloque TUDO que te lembre a relação. Presentes, fotos, roupas… TUDO! Há quem diga para rasgar e jogar fora, eu prefiro colocar numa caixa escondida, muito bem escondida (de preferência por outra pessoa de confiança, longe do seu alcance). Um dia, quando a dor passar, você pode querer uma recordação de um período feliz da sua vida.

(Obs.: se você tiver se relacionado com um serial killer – e sobreviveu, um Dementador ou meu ex, eu deixo – e aconselho – jogar fora mesmo. Faça uma fogueira grande, numa lua cheia e queime tudo como rito de passagem. O que não poder ser queimado jogue como oferenda a Iemanjá *como eu fiz com minha aliança – ela que se vire com aquilo agora*).

O mesmo vale para contatos online (lista do Twitter, Facebook, Orkut, MSN/GTalk e tudo mais). Delete todos os meios de contato, inclusive com familiares e amigos só do outro.

Stalkear nem pensar! NEM PENSAR!!!! (Alô Produção, eu quero um pisca pisca nesta parte)

2 – Nunca, jamais, em tempo algum mande sms, email, DM ou ligue no meio da noite para dizer que ainda sente algo (nem que seja “eu te odeio”). Sorte você ter deletado todos os contatos, como sugerido no tópico anterior, certo?

Essa é uma tarefa que exige eterna vigilância, uma dose extra de força de vontade e MUITO, mas MUITO mesmo, amor próprio. Rastejar e se humilhar por quem não te quer mais é ridículo, patético, inútil, certo?

“Não sei viver sem ele” – como você viveu ate o conhecer? *vontade de dar dois tapas na cara de quem me diz isso* Para de mimimi e honre as calças que você veste!

3 – Fuja de amigos urubus. Sabe aqueles que adoooram quando você está triste, que se alimentam da desgraça alheia e querem sugar todos os detalhes mais sórdidos do seu termino? Pois é. Não te ajuda em nada reviver um momento de dor.

4 – Procure se rodear de gente que te anima, que te conforta e que gosta de você. Amigos de verdade são base para sanidade mental de qualquer um (e não devem ser deixados de lado durante a relação).

5 – Ocupe essa cabeça vazia! Leia, malhe, se jogue nos filmes (mas fuja de comédias românticas –eca!), entre num curso, aprenda novo idioma, faça aquela viagem planejada e sempre deixada de lado, mergulhe no trabalho… Qualquer coisa que te deixe sem tempo de pensar, e fazer, besteira.

6 – Auto estima está mais baixa que anão em jogo de basquete, certo? Corte o cabelo, mude a cor do esmalte, aproveite a falta de apetite e comece aquela dieta, compre uma bicicleta, suba de escada, desça um ponto antes. Parece futilidade, mas mudar o exterior ajuda, mesmo que um pouquinho, a mudar sua auto percepção.

7 – Entenda e aceite: você vai passar pelas 5 fases do luto (Raiva, Negação, Negociação, Culpa ou Depressão, Aceitação), você vai lembrar do outro quando aquela musica tocar, um cheiro vai te levar para uma lembrança de vocês dois. Você não foi lobotomizado. Não é fácil, mas é possível superar. (Post mega auto ajuda, heim!) Chore! Nem todo mundo é o Tony Stark.

8 – Não caia na armadilha “curar um amor com outro”. Ninguém substitui ninguém e o novo alguém não merece ser usado como borracha do seu passado.

9 – Não acredite em livros de auto ajuda. Se você tivesse o necessário para superar sozinho, não teria problema, pra começo de conversa. Procure ajuda (um amigo, um psicólogo, um exorcista…) Queira melhorar!

10 – Espere curar. Curar mesmo, igual machucado. Limpe o corte, desinfete, não cutuque – não tire a casquinha e espere o organismo curar a ferida.

superação

Agora acabou, pode levantar essa bundinha linda daí e viver um pouquinho!

Hmmm vontade de sorvete de chocolate, topa? Mas, se resolver encher a cara ou visitar uma boate de swing, me convida!

delicia geladadelicia super geladadelicia em qualquer temperatura

A autora deste post ouvia, em loop, enquanto escrevia: Turning Tables (Live Acoustic) – Adele

Momento Sentimental

Maio 26, 2011 2 comentários

Para iniciar meus posts no nosso blog , não existiria dia melhor que 25 de  maio, o Dia da Toalha!

coelhinhas também comemoram!

Não comentarei sobre o Guia do Mochileiro das Galáxias porque, como todos que já me viram falando sobre o livro, eu não sou a melhor pessoa para elogiá-lo, mas ele tem seus méritos e, para comemorar este dia especial, vou declamar um poema que eu escrevi.

.

Ode à Toalha

 .

Toalha quente, seca e amada

Lembro do seu toque de conforto

Com você estou segura, és meu porto

Só contigo fico despreocupada

 .

Sem sua companhia construirei uma amurada

Para não ser ferida por qualquer desgosto

Tranquila não estarei sem alguém no seu posto

Mesmo que a estrada esteja iluminada

 .

Querida toalha roxa cor de uva

Tu és melhor que espada e gibão

Nas noites frias me protege da chuva.

 .

E, para ti, cantarei versos de uma canção

Mesmo sua cor estando meio turva,

Te guardo bem dentro do meu coração

selo vogon de poesia

Parabéns Toalha! Sem você a nossa vida seria mais triste e bem mais molhada!

Categorias:Momento sentimental