Início > Não Me Julgue! Estou Divagando. > Meu Machista Preferido

Meu Machista Preferido

– Olha que gostosa!
– Potrancona, hein?
– Ah, eu prefiro aquela compacta aí, não é muito bonita, mas dá pra andar de mão dada no shopping.

E foi assim que o assunto começou e eu ri muito ouvindo os meus amigos comentando sobre a mulherada. Todos os dias é a mesma coisa: alguém comenta de uma loira, um par de pernas ou um decote e dali pra frente o assunto passa para mulheres.

Depois de alguns anos tendo contato com uma maioria de homens eu já me acostumei e até faço meus comentários. Confesso que às vezes incomoda, claro, já que eu não acho a coisa mais legal do mundo ficar comparando bundas e saber como eles as imaginam sem as calças.

Quando fico entediada eu pertinentemente comento “Vocês chegaram a reparar naquela calcinha GIGANTE que a mulher tá usando?” ou algo do tipo. Quando eu acordo muito danada eu comento sobre algum cara lindo (mais bonito que eles, claro), aí eles param. O Ego Masculino é tão grande que vai precisar de um post só pra ele.

No final das contas eles tentaram me explicar o que era alguém para se “andar de mão dada no shopping” e definiram pra mim as meninas para “pegar”, “namorar” e “casar”. Era algo assim:

– Para Pegar:
Não importa se a cara dela parece a de um rinoceronte com epilepsia se ela for gostosa. Provavelmente ninguém vai saber mesmo, só os “brothers”, e melhor dormir com a Preciosa do que voltar pra casa sozinho, bêbado e vomitar na sua cama. Tem também aquelas safadas gostosonas que dão mole para todos os caras da festa. “Lavou tá novo” e ninguém quer ser o único lerdo que não pegou.

– Para Namorar:
A amiga bonita e gostosinha serve. Na verdade, os dois únicos atributos que ela obrigatoriamente tem que ter é ser bonita e não encher muito o saco porque nenhum cara “jovem” quer namorar uma Dona Onça, né?
Ela tem que ser suficientemente bonita para que o Ego Masculino tenha certeza que todos os amigos dele ficam com inveja de ele ser o cara que tá comendo, mas não pode ser tão provocante para que eles imaginem isso o tempo todo. E, claro, ela tem que ter os amigos dela, a família dela, etc., sempre que ele não quiser ela por perto.

– Para Casar:
Casar com a Dona Onça nunca foi um problema. Ela tem que ter os atributos de beleza e gostosura da namorada, e ela pode pegar um pouco no pé (já que ela é a dona mesmo, né?), mas tem que ser independente. Para que uma garota chegue no “felizes para sempre” ela tem que deixar claro que está ali porque quer e, se ele pisar fora da faixa ela vai embora e não vai voltar. Por quê? Talvez porque eles gostam da coleira curta e do chicote longo, talvez porque eles nunca vão crescer e querem sempre uma mãe ou talvez só para que o dia-a-dia seja uma aventura. Depois as mulheres que são complicadas…

De primeira eu fiquei bem horrorizada, como é que eles podiam separar assim? Aí eu prestei um pouco mais de atenção e reparei que a gente também separa.
Mulher tem mania de falar que todos os homens são iguais quando elas estão nervosinhas com algum, mas não é verdade. Existem 3 tipos bem distintos.

– O Cafageste
Ô delicinha de mamão que entrou na sua vida, hein? Ele não precisa ser bonito, ele é charmoso e te olha como se você fosse algo “de comer”, e você é. No melhor dos casos ele vai estar numa fase da vida que ele cansou de ficar com várias e vai passar uma temporada com você e depois terminar porque precisa de um tempo “sozinho”. Também conhecido como Dinossauro (créditos a minha grande amiga @Yaholy pela definição), tem A PEGADA, te agarra, te destrói, te come e vai embora.

– O Bonzinho
Ele é a pessoa mais encantadora que você já conheceu. Ele te acompanha até pra comprar pão na padaria da esquina, escreve e-mails pra você no meio da tarde dizendo que está sentindo a sua falta e provavelmente chora vendo filmes românticos. Ele é o genro que sua mãe pediu a Deus, mas as possibilidades dele ser um baba ovo que você não pediu a Deus é bem grande. No final você vai ter duas opções: 1) você termina porque cansou dos seus ovários sendo mais másculos do que as bolas dele, 2) ele é lindo, fofo, carinhoso, você mandou ele embora da sua casa porque você quer dormir e ele chorou porque quer ficar perto de você, você está de saco cheio e vai se tornar uma chata aí ele vai terminar com você.

– O Príncipe Encantado
Esse é que nem caviar: nunca vi nem comi eu só ouço falar. Ele não é tão encantador assim e talvez você nem tenha reparado nele da primeira vez que o viu. Ele também não faz você arrancar as roupas só de sentir o perfume dele, mas ele te completa. Ele te faz rir, te pega do jeitinho que você gosta, te faz querer dormir de conchinha e você prefere conviver com aquela mania horrorosa de cortar as unhas do pé e deixar em cima da mesinha de centro do que viver sem ele.

Outro dia eu estava lendo uma entrevista com um psicólogo que todos nós precisamos colocar prazos para iniciar projetos importantes, uma dieta, um novo emprego, etc. Será que, para sermos felizes com quem estamos, precisamos definir essas pessoas também?

Anúncios
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: